23 de março de 2011

LUA A BRILHAR, PEIXE PARA DESGRADAR

Quando nada o fazia prever, recebo um telefonema a desencaminhar-me para o spinning!
Era o meu grande amigo Jonny mais o  Terrinca, a dizer: vamos lá??
Já era um pouco fora de horas e estava a chegar a casa do trabalho, mas para a pesca tenho sempre mais um pouco de energia.
Bem, lá comi um sandes meio á pressa, material pronto e respondi..:estou pronto!
Lá chegaram a minha casa, sempre com boa disposição e zunga direitos ao mar!



Estava uma lua com um brilho enorme, que nem era preciso acender as lanternas, mas o mar estava muito bom.
Vestimos os fatos, cana ás costas e bora lá que eles estão lá!

Corremos a praia toda, e nada de toques, troca de amostra, muda de cor e o resultado era o mesmo...nada, nem um toque para animar a malta!
Já no regresso ao carro, ora lançamento aqui ora outro ali, quando de repente levo uma porrada e fisgo um...pensei: porra até que enfim um toque, trabalho o peixe para não o perder na escôa, e zunga com ele cá fora...foi uma festa, e eles logo de lançar as amostras deles dizendo: não deve andar aí sózinho!
Mais uma carrada de lançamentos e nem mais um toque, já meio cansados e com o amanhecer ali, decidimos não insistir mais, pois o desgaste também já não ajudava.
Demos por terminada mais uma secção de spinning, com apenas um cachaço, mas que para mim continua a prevalecer mais uma jornada de pesca em pleno convivio!
O cachaço pesou 2,360kg, tendo sido capturado com uma amostra DUO.

2 comentários:

PêJotaFixe disse...

Amigo Fisgo,
Para os enganares tem que ser de noite porque de dia eles já te conhecem! AHAHAHAHAHAHAH E eu a pensar que tinhas aderido à moda do Low Cost... eheheheheh

Abraço e saudações piscatórias

J.Oliveira disse...

És mesmo cagão, tiveste uma sorte ......