31 de julho de 2011

VERDINHOS DIFICEIS

Hoje resolvi ir matar o vicio aos verdinhos.
Levantei-me cedinho :yawn: vesti-me a preceito, cana no carro mala das amostras e cá vai ele!
Saí, e fazia um frio do caraças, com bastante vento, fiquei logo com vontade de voltar para a cama outra vez, mas como já estava na rua, segui caminho!
Chegado ao local, sem ninguém por perto, vai de montar a cana, vários lançamentos e nada.
Passado mais de uma hora e nada, nem se viam nem se faziam sentir, pensei cá para comigo: estão escondidos por causa do vento frio, o tempo quase que parecia ameaçar chuva e eu aqui feito urso.. :banghead: :banghead:
Lá perto das 11h, lá começou a abrir as nuvens, uma espreitadela do sol, o vento caiu ligeiramente, e comecei a sentir os primeiros ataques, muito tímidos e sem vontade de atacar em força!
Troquei várias vezes de vinil até que ferro o primeiro verdinho, e só passado meia hora voltei a sentir e a ferrar outro.
Não estava a espera que fosse tão fraquinho, mas já me dava por contente por aqueles dois, que me alegraram a manhã, devolvidos ao seu habitat natural, lá me dei por conformado e como a fome já apertava dei por concluido a manhã de pesca.
Maldito vento que nunca mais se vai embora!! :dizzy: :dizzy: :dizzy:


2 comentários:

J.Oliveira disse...

Camisinha nova ehn...............só te falta a gravatinha para seres um executivo dos verdinhos.

Paulo Lourenço, Carlos Mesquita e Ricardo Mesquita disse...

J.Oliveira disse...

Camisinha nova ehn...............só te falta a gravatinha para seres um executivo dos verdinhos.

a camisa é linda..mesmo há minha medida!